Imagem Blog

Blog do Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Arnaldo Lorençato
O editor-sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Borgo Mooca deixará o bairro onde nasceu cinco anos atrás

Saiba mais sobre o novo endereço do restaurante de Matheus Zanchini, que vai ter um bar. Descubra também o destino do ponto original

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 25 ago 2022, 23h33 - Publicado em 19 ago 2022, 06h00

Como assim, belo? Acredite: é a mais pura verdade. O Borgo Mooca (Rua Comendador Roberto Ugolini, 129, telefone 97574- 3213) vai mudar de endereço e deixar a casa dos anos 1950 onde nasceu, bem em frente à sede social do Clube Juventus. O destino? Santa Cecília. Para sorte dos santa ceciliers, vai ocupar o ponto vago desde a saída do Così (Rua Barão de Tatuí, 302), que se bandeou para os Jardins em novembro de 2020.

Matheus Zanchini Borgo
Zanchini, do Borgo: rumo a Santa Cecília (Arnaldo Lorençato/Veja SP)

Quem me contou foi o próprio chef e proprietário, Matheus Zanchini, na mais recente visita que fiz ao restaurante — aliás, foi muito bom vê-lo completamente recuperado do caso grave de Covid-19 que o manteve hospitalizado por mais de cinquenta dias no ano passado. “Tenho de aproveitar esse renascimento”, enfatiza ele sobre seu restabelecimento. Até o nome do restaurante vai mudar no novo logradouro: Borgo Mooca em Santa Cecília. Além de manter a seleção de pratos que mudam semanalmente, com sutis modificações, há um investimento pesado em coquetelaria. “Na antiga garagem, vamos montar um bar, o Bargô. É um speakeasy com cardápio do Danilo Nakamura, o Sucrilhos. Já está pronto e ele vai treinar a equipe”, adianta. Apesar do processo acelerado, a transferência não deve ser realizada antes de outubro.

Bem, mas todo mundo deve estar se perguntando o que vai acontecer com o ponto original. “Vai passar por uma reforma e virar uma trattoria no ano que vem. Comprei um forno italiano e teremos grandes assados, como uma perna de cabrito que será fatiada e servida no salão diante do cliente”, entrega.

Publicado em VEJA São Paulo de 24 de agosto de 2022, edição nº 2803

Assine a Vejinha a partir de 9,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:

Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato

Continua após a publicidade

Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas: + Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.