Clique e assine por apenas 6,90/mês

Vídeo mostra momento exato da queda de viga do monotrilho na Zona Sul

Imagens da câmera de segurança de uma casa noturna registraram a tragédia. Um operário morreu

Por Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em 1 jun 2017, 17h19 - Publicado em 10 jun 2014, 13h32

Imagens captadas pela câmera de segurança de uma casa noturna no Campo Belo, Zona Sul da capital, mostram o momento exato em que uma viga do monotrilho da Linha 17-Ouro caiu, matando um operário e deixando outros dois feridos. O vídeo foi divulgado pelo San Diego Bar, que fica a poucos metros da Avenida Washington Luís, onde aconteceu o acidente. 

+ Metrô volta a funcionar normalmente depois da greve

A viga caiu de uma altura de aproximadamente 20 metros. A Polícia Civil investiga se houve negligência por parte da empresa responsável pela obra, o Consórcio Monotrilho Integração, formado pelas empresas Andrade Gutierrez, CR Almeida, Scomi Engineering e MPE Montagens e Projetos Especiais.

 

A primeira fase da Linha 17-Ouro está prevista para ser entregue ainda este ano. Toda a extensão do monotrilho terá 17,7 quilômetros e ligará a Estação Jabaquara do Metrô ao Morumbi, passando pelo Aeroporto de Congonhas e pelo estádio.

Continua após a publicidade

Obra

Iniciada em 2012, a construção conta com investimento de 3,1 bilhões. A primeira fase deveria ser entregue neste mês – antes da Copa -, mas atrasou e ficou para o final de 2014. O governo estadual culpou a burocracia e a demora em obter as licenças ambientais.

Linha 17-Ouro Monotrilho
Linha 17-Ouro Monotrilho

O trecho inaugural deve contemplar sete estações – Congonhas, Brooklin Paulista, José Diniz, Campo Belo, Vila Cordeiro, Chucri Zaidan e Morumbi, onde fará interligação com a estação homônima da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). No futuro, a Linha 17-Ouro também fará conexão com a Linha 1-Azul (Estação Jabaquara), Linha 5-Lilás (futura Estação Campo Belo) e com a Linha 4-Amarela (futura Estação São Paulo-Morumbi).

Risco de queda

Em novembro, parte da Avenida Jornalista Roberto Marinho, por onde vai passar uma estação do monotrilho, foi interditada por risco de queda de uma das vigas. O alerta foi feito pelos próprios funcionários da obra. A estrutura defeituosa foi substituída.

Continua após a publicidade
Publicidade