Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Veterinária frauda fila da vacinação e toma três doses contra a Covid-19: “viajar para onde quiser”

Ministério Público e prefeitura vão investigar o caso

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 2 jul 2021, 12h20 - Publicado em 1 jul 2021, 19h50

Uma veterinária divulgou nas redes sociais que fraudou a fila da vacina contra a Covid-19 e tomou três doses de imunizantes contra a doença. Jussara Sonner recebeu duas doses da CoronaVac e, na última quarta-feira (30), tomou uma dose única da vacina da Janssen.

“Me sinto mais protegida e com dose única estou liberada para viajar para onde quiser”, escreveu ela no Instagram. A veterinária tomou as doses da vacina produzida pelo Butantan em fevereiro e março, na UBS Vila Fátima, em Guarulhos. A dose da Janssen foi na UBS Uirapiuru, na mesma cidade.

Questionada no Facebook sobre como conseguiu tomar três doses, ela afirma que foi até uma UBS que estava “sem computadores” para verificar sua presença na lista de vacinados. “Fui em bairro meio que de favela. Quando cair no sistema já será tarde demais”, escreveu.

LEIA TAMBÉM: Vamos precisar de uma terceira dose da vacina contra a Covid-19?

A prefeitura de Guarulhos informou em nota para a imprensa que “tomou conhecimento nesta manhã das postagens da médica veterinária e imediatamente determinou que o caso fosse enviado ao Ministério Público para que ela seja investigada”.

Continua após a publicidade

Para a Vejinha, o Ministério Público confirmou que recebeu uma representação sobre o caso nesta quinta-fera (1º) e que o episódio será analisado. A prefeitura afirmou ainda que “não mede esforços para promover uma vacinação célere e eficiente. Mas não se pode fechar os olhos para abusos e fraudes que visem burlar esse sistema, ainda mais baseadas em motivações desprovidas de amparo científico que possam prejudicar grupos prioritários para a vacinação”.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade