Clique e assine por apenas 5,90/mês

Vereadores elegem nova mesa diretora da Câmara Municipal

A escolha aconteceu logo após a posse de todos os eleitos, incluindo o prefeito João Doria e o vice-prefeito Bruno Covas

Por Redação VEJA São Paulo - 1 jan 2017, 21h34

Após a cerimônia de posse realizada na Câmara Municipal neste domingo (1º), os parlamentares escolheram os novos membros da Mesa Diretora, que administrará a casa neste ano. Eleito para a presidência do Legislativo, Milton Leite (DEM) assinou um documento em que abre mão do reajuste do seu salário neste ano. A medida causou surpresa, uma vez que o parlamentar foi um dos autores do projeto aprovado em dezembro, que elevou o salário os vereadores de R$ 15 mil para R$ 19 mil.

Apesar de aprovado o aumento, a Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) barrou no dia 20 de dezembro o reajuste por liminar (decisão provisória), atendendo ação popular ajuizada contra a Câmara. Quando questionado sobre a decisão, Leite afirmou que tomou a decisão para “dar exemplo aos demais”.

Além dele, foram eleitos Eduardo Tuma (PSDB) para a 1ª vice-presidência, Edir Sales (PSD) para a 2ª vice-presidência; Arselino Tatto (PT) para a 1ª secretaria; Celso Jatene (PR) para a 2ª secretaria; Gilberto Nascimento Jr. (PSC) para 1ª suplência e Ota (PSB) para 2ª suplência. Também foi eleito o corregedor-geral, o vereador Souza Santos (PRB).

A primeira sessão ocorrerá no dia 1º de fevereiro na Câmara de Vereadores.

Com Estadão Conteudo

Continua após a publicidade
Publicidade