Continua após publicidade

Vereador do litoral sul é condenado por espancar ex-mulher

Guilherme D'avila Prócida espancou e jogou a ex-mulher da escada em 2011, dias antes do Natal

Por Estadão Conteúdo
17 ago 2017, 19h30

O vereador Guilherme Prócida (PSDB), de Mongaguá, no litoral sul de São Paulo, foi condenado à prisão nesta semana por dar socos na cabeça, puxar os cabelos e jogar da escada a ex-mulher, uma professora de Educação Física de 33 anos. 

O crime foi cometido em dezembro de 2011, dias antes do Natal. O vereador condenado é filho do atual prefeito da cidade, Artur Parada Prócida (PSDB).

O casal estava junto havia três anos e a agressão ocorreu quando o homem suspeitou de uma traição. Segundo a advogada da vítima, o vereador levava a mulher em casas de swing e ela teria ameaçado revelar o hábito.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.