Tradicional banca de cocos ganha direito de continuar em Higienópolis

Ameaçada de ter seu negócio retirado do local que ocupa há mais de vinte anos, Jeane Lima recebeu a ajuda de moradores e comemora a vitória nesta sexta

À frente de uma banca de cocos na Praça Esther Mesquita, em Higienópolis, a vendedora Jeane Patrícia Alves de Lima pode finalmente comemorar: na ativa há mais de vinte anos e vizinha de nomes conhecidos como o escritor e apresentador Jô Soares, o humorista Tom Cavalcante e o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, sua banca será regularizada pela primeira vez.

Desde 2016, após denúncias de descaso nos cuidados da praça, com o fluxo constante de moradores de rua e usuário de drogas, e instauração de inquérito civil público pela Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo, órgão do Ministério Público do Estado de São Paulo, a banca de cocos sofreu diversas tentativas de remoção do espaço devido à sua irregularidade.

“Desde que assumimos o caso [em abril] foram recebidas pelo menos duas ordens de desocupação para remoção da banca”, conta o advogado Alan Fehér Zilenovski, que, junto a seu sócio, Ivan Sid Filler Calmanovici, ambos moradores da região, assumiram o caso de Jeane sem custo.

No mesmo mês, a 1ª Vara do Juizado Especial da Fazenda Pública garantiu a permanência da banca no local até o fim de edital de chamamento público aberto pela Prefeitura Regional da Sé, no começo de abril, convocando a apresentação de propostas de implantação de projetos de melhoria para a praça.

Conhecida e querida por todos que frequentam sua banca, Jeane contou com a ajuda de amigos, moradores da região, clientes e frequentadores da praça para desenvolver a proposta que, além de lhe dar legalidade para trabalhar no local, inclui instalação de coleta seletiva de resíduos, sistema coletivo de reciclagem, parque para crianças, comedouro para cães e instalação de wi-fi gratuito e câmeras de segurança. O texto foi aprovado, unanimemente, na quarta (26), por uma comissão avaliadora formada por moradores da região, em reunião pública na Prefeitura Regional da Sé, e tem validade de 36 meses.

Para comemorar o final feliz, Jeane organiza um happy hour na noite desta sexta (28), a partir das 20h. O evento acontece, é claro, na praça.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s