Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

TSE confirma atraso na apuração do primeiro turno

Segundo o tribunal, o problema acontece na soma dos votos, que estariam sendo transmitidos normalmente pelos estados

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 nov 2020, 21h22 - Publicado em 15 nov 2020, 19h50

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) segue registrando atrasos na divulgação dos votos do primeiro turno em diversas cidades do país, como São Paulo. “Um dos núcleos do supercomputador que processa as apurações falhou e foi preciso repará-lo”, disse Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, em entrevista coletiva às 21h.

Segundo o tribunal, os votos estão sendo transmitidos normalmente dos estados para os servidores do órgão federal. O problema estaria na soma desses votos, já nesses servidores. “O banco de totalização (…) está somando o conteúdo de forma mais lenta que o previsto”, disse nota anterior do TSE.

“Ressaltamos que não há nenhuma relação com o vazamento de dados pessoais de servidores e nenhuma relação com a tentativa de ataque cibernético registrada pela manhã”, conclui a nota.

Segundo o TRE-SP, a alta quantidade de votos de São Paulo explica por que a cidade é uma das mais atrasadas na apuração na noite deste domingo (15). O órgão, no entanto, afirma que a situação está normalizada e a divulgação deve ser retomada nos próximos minutos.

Continua após a publicidade
Publicidade