Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Touro dourado da B3 é alvo de protesto pelo segundo dia consecutivo

Em novo ataque, grupo escreveu "taxar os ricos" na estátua recém-inaugurada no centro de São Paulo

Por Redação VEJA São Paulo 18 nov 2021, 14h24

O touro dourado instalado em frente à Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, no centro da cidade, foi alvo de um ataque pelo segundo dia consecutivo. A estátua amanheceu com inscrições em preto como “taxar os ricos”.

+ Novo touro dourado da B3 vira meme na internet

O Movimento Juntos, autor do protesto, disse em nota que seguirá “buscando expor a contradição entre a existência de bilionários enquanto o povo vive a procura de ossos de boi e carcaças de frango”. A estátua foi inaugurada no dia 16 de novembro. Um dia depois, um grupo colou cartazes na obra em protesto contra a fome.

Em entrevista à Vejinha poucos dias antes de inaugurar o touro dourado, Pablo Spyer, 45, CEO da VaiTourinho e parceiro do projeto, disse que considerava improvável o risco de atos de vandalismo. “Hoje o centro histórico tem bastante policiamento, além da própria segurança da B3 (Bolsa de Valores oficial do Brasil).”

Continua após a publicidade

Publicidade