Clique e assine por apenas 6,90/mês

Pastor e coach: Tiago Brunet acumula milhões de seguidores

Sem igreja definida, o religioso é uma aposta do mercado editorial

Por Mariana Rosario - 21 Dec 2018, 06h00

A célebre vitória do pastor de ovelhas Davi sobre o gigante filisteu Golias durante a batalha narrada na Bíblia é uma costumeira metáfora para cristãos que enfrentam problemas pessoais aparentemente insolúveis. No caso do também pastor (este de fiéis) Tiago Brunet, o inimigo notável materializou-se em uma dívida de 7 milhões de reais, contraída após a quebra de uma agência de viagens da qual era sócio, no Rio de Janeiro, em 2013. A pindaíba serviu de inspiração para que ele escrevesse seu primeiro livro, com forte influência de autoajuda, intitulado Rumo ao Lugar Desejado. Com prefácio de Augusto Cury, a obra foi lançada de maneira independente no ano seguinte, mas reimpressa em 2017 pela editora religiosa Vida, o que rendeu 500 000 reais de direitos autorais.

Os bons ventos não pararam aí. Em menos de dois anos, o líder religioso (que não tem igreja definida e não assina suas publicações como pastor) reuniu um rebanho de 2,3 milhões de seguidores nas redes sociais, lançou outros cinco livros e atingiu a monta de 300 000 exemplares vendidos. “Ele tem muitos insights sobre a palavra de Deus e a coloca de forma fácil para as pessoas entenderem”, diz Márcio Valadão, pai da cantora Ana Paula Valadão, do grupo gospel Diante do Trono.

Conferência Destino: 6 000 pessoas Divulgação/Divulgação

Quase metade dos discípulos de Brunet, no entanto, não busca suas dicas para alcançar os “assuntos do alto”, mas sim para enriquecer ou ganhar destaque na vida profissional. Para essa turma, ele assume a posição de coach e passa a abordar temas bíblicos apenas como uma espécie de mensagem subliminar. “Não uso termos bíblicos. Em vez de falar em Deus, gosto de usar a expressão ‘algo maior’ ou ‘conspiração divina’ ”, justifica. Seu último livro, chamado Descubra o Seu Destino, foi lançado pela Editora Planeta em agosto de 2018 com uma espécie de “banho de loja”, para não ser confundido com uma publicação apenas religiosa, o que ocorria com as obras anteriores de Brunet. Desse modo, as páginas ganharam quadros explicativos e a capa assemelha-se à de best-sellers de desenvolvimento pessoal, caso de O Poder do Hábito, lançado pela Editora Objetiva. Ele também oferece palestras fechadas sobre assuntos como liderança e foco. A cada hora de evento, chega a embolsar até 50 000 reais.

Com os bons ventos financeiros batendo à porta, ele vive atualmente em um condomínio de alto padrão em Alphaville (entre os vizinhos está o funkeiro ostentação MC Guimê) junto à mulher, Jeanine, e aos filhos Julia, José e Joaquim. O casal, inclusive, espera o quarto filho. “Aí fecho a fábrica”, diverte-se. No imóvel, equipado com piano e piscina, ele passa o tempo livre acompanhando seriados como House of Cards na Netflix e relendo as publicações já lançadas para pôr no mercado versões mais atualizadas. Também costuma percorrer os livros do padre Fábio de Melo, uma das suas grandes inspirações na carreira. “Muita gente o vê como cantor, autor, antes de lembrar que é um padre”, explica.

Continua após a publicidade
A família na Times Square, nos EUA: quarto filho a caminho Arquivo Pessoal / Reprodução/Veja SP

Toda essa novidade, no entanto, fez Silas Malafaia, à frente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, torcer o nariz para a atuação do novato. O motivo da rusga foi um curso ministrado por Brunet para ensinar conceitos de liderança a pastores que querem ter um discurso mais envolvente e interessante para os fiéis. “Para ser esse tipo de mentor é preciso ter bagagem e conhecimento de quem já dirigiu uma igreja, e isso ele não fez”, alfineta Malafaia. Apesar de a crítica ter se tornado pública — um vídeo com declarações parecidas circulou na internet no começo de 2018 —, ambos negam qualquer tipo de rancor sobre o episódio. Malafaia participou da chamada Conferência Destino, comandada anualmente por Brunet na cidade de Barueri, na Grande São Paulo. Na última edição, em setembro, o evento reuniu cerca de 6 000 pessoas e demandou 2 milhões de reais.

O pastor-escritor ainda empreende em um tipo de Netflix chamado Clube de Inteligência e Desenvolvimento, com atualizações semanais e custo mensal de 79,90 reais para os assinantes. Também é possível fazer cursos de desenvolvimento pessoal no Instituto Destiny — os preços chegam a quase 7 000 reais por edição. Ele estima ter treinado quase 20 000 pessoas. Criado em uma linhagem de pastores evangélicos, Tiago Brunet não foge à regra: atribui seu sucesso a um presente divino. “Lembro-me de, aos 5 anos, declamar o salmo 121 de cabeça na igreja. Meu filho de 6 anos ainda não cumprimenta as pessoas por vergonha”, compara. Em 2019, deve finalizar as próximas publicações, entre elas sua primeira aventura nos livros de ficção. “O mundo e as pessoas mudaram, mas os líderes religiosos não perceberam isso”, diz.

Dicas para alcançar um objetivo
Passos fáceis para aplicar no dia a dia

1- Seja um especialista
Escolha um assunto para se dedicar e aprender o máximo sobre ele. Desse modo, é mais fácil ganhar destaque em seu trabalho

2- Tenha mentores para tirar dúvidas
Eles funcionam como GPS de carro, evitam perda de tempo em caminhos errados, seja no âmbito financeiro ou na vida pessoal.

3- Descubra seu propósito
Encontrar o que você faz bem e o que te faz feliz é uma forma de manter-se firme quando ocorrerem críticas sobre seu trabalho.

4-Tenha fé inabalável e inegociável
Aqui, não diz respeito somente à fé relacionada à religião, mas também ao o poder de acreditar nas coisas que você realiza.

Publicidade