Após morte de Zibia Gasparetto, espírito Lucius volta às livrarias

O servidor público Thyago Avelino diz receber o mesmo autor de best-sellers da escritora, morta em outubro

Todo sábado, o servidor público Thyago Avelino fecha as portas de seu apartamento, põe para tocar músicas instrumentais, senta-se confortavelmente e, em transe, digita em seu computador casos de personagens em conflito ou enredos sobre perdão. Essas tramas, entretanto, não seriam fruto de sua criatividade, mas da de um visitante que ele diz receber há dez anos: o espírito Lucius. Trata-se do mesmo da célebre parceria com a médium e escritora Zibia Gasparetto, morta em outubro em decorrência de um câncer no pâncreas. Para revelar as linhas de um provável best-seller, o espírito exige pontualidade para as sessões de até quatro horas de duração. Em uma ocasião, Avelino atrasou-se por dez minutos e seu colega não ditou uma palavra sequer. “Fiquei atônito, mas essa foi a única vez”, diz o escritor, que mora em Aracaju, Sergipe, mas vem a São Paulo a cada dois meses para compromissos religiosos.

Às vésperas de Zibia “desencarnar” — como os espíritas se referem à morte —, Lucius teria anunciado que chegara o momento de Avelino fazer sucesso no mercado editorial. Poucos dias depois, ele lançou o primeiro livro com Lucius, Laços do Destino. Na mesma época, entregou à editora Planeta Eu Escolhi Nascer, sobre entidades em uma colônia espiritual chamada Alvorada dos Sonhos. O contrato já havia sido firmado no ano passado. A obra deve entrar em pré-venda no site da Amazon a partir da semana que vem e chegar às livrarias em fevereiro. Pelo trabalho, ele não ganhará um centavo: sua contrapartida será um reparte de 540 exemplares, que doará a instituições religiosas. Abrir mão dos ganhos materiais é uma das práticas do ramo espírita. A obra terá tiragem estimada de 12 000 cópias, o dobro do que é praticado em publicações do tipo. “É uma grande aposta”, diz André Fonseca, editor do selo Academia, o braço esotérico e de autoajuda da Planeta. Além desse livro, Avelino tem outros dois prontos, sem data de lançamento definida.

Zibia Gasparetto e uma tela com a suposta imagem de Lucius: a parceria rendeu cerca de trinta obras

Zibia Gasparetto e uma tela com a suposta imagem de Lucius: a parceria rendeu cerca de trinta obras (Marcio Lipari/Divulgação)

Boa parte desse entusiasmo se deve à impressionante trajetória da paulista Zibia Gasparetto. Ao declarar que escrevia sob a influência de espíritos, ela vendeu mais de 18 milhões de cópias de seus 58 livros — metade ditada por Lucius, responsável por seus maiores êxitos, entre eles Esmeralda e Ninguém É de Ninguém (veja o quadro abaixo). Em vida, Zibia afirmava que autores de outros supostos romances ditados por seu parceiro habitual na verdade recebiam homônimos. A opinião de seus herdeiros é mais branda. “Não tenho a prepotência de dizer que o espírito é nossa posse”, declara Vanessa Gasparetto, neta de Zibia e hoje no comando da Vida & Consciência, editora da família. Lucius teria ditado outros romances à médium antes de sua morte, mas os originais não têm data de lançamento. A própria Zibia preparou-se para enviar mensagens de outro plano. “Combinamos diversos códigos para nos comunicarmos”, diz Vanessa.

A julgar pelos relatos de outros médiuns, Lucius parece estar em um momento muito produtivo. A paulista Sandra Carneiro lançou neste mês sua sétima obra psicografada por ele, chamada Déjà Vu. Autor de nove livros psicografados pelo espírito-celebridade, o advogado André Luiz Ruiz está preparando mais um. Juntos, os dois venderam quase 800 000 cópias. Segundo os escritores, a entidade viveu na Europa por volta do século XVIII e teria um perfil cordial e didático. Para conversarem com a reportagem de VEJA SÃO PAULO, inclusive, eles tiveram de pedir autorização ao além. “Ele está aqui orientando, mas sem me censurar”, confidenciou Avelino.

 (Divulgação/Veja SP)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s