Continua após publicidade

Tarifa da Zona Azul aumenta e custará 6,08 reais a partir de sexta (20)

Elevação será de 5,7%; quem comprou créditos ante da alteração podem usá-los normalmente

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
19 jan 2023, 11h59

A partir desta sexta-feira (20), a Zona Azul na cidade de São Paulo ficará 5,7% mais cara, passando dos atuais 5,75 reais por hora para 6,08 reais, segundo publicação feita pela secretaria municipal de Mobilidade e Trânsito desta quinta-feira (19) no “Diário Oficial da Cidade”.

Os usuários que possuírem créditos no Cartão Azul Digital, o CAD, pagarão a tarifa antiga até que eles se esgotem. O novo valor só começará a ser debitado a partir de uma nova recarga. A cidade de São Paulo conta com um total de cerca de 54 000 vagas rotativas de estacionamento nas ruas.

Em nota, a concessionária que administra o serviço, a Estapar, afirmou que o reajuste segue o contrato firmado com a Prefeitura de São Paulo para administrar o serviço. Ele prevê que a tarifa básica será reajustada pela inflação anual do período, no caso, de janeiro de 2022 a dezembro de 2022. Para mais informações sobre o serviço, acesse o site da empresa clicando neste link.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.