Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Suzane von Richthofen vai ao primeiro dia de faculdade

Condenada pela morte dos pais, ela começou um curso em uma instituição privada

Por Redação VEJA São Paulo 29 set 2021, 20h50

Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, iniciou nesta quarta-feira (29) as aulas de um curso presencial na cidade de Taubaté, no interior paulista.

A mulher está cursando biomedicina e teve seu primeiro dia de aula. Ela obteve autorização da Secretaria de Administração Penitenciária e, de acordo com a pasta, deverá usar tornozeleira eletrônica e cumprir os protocolos de prevenção ao contágio da Covid-19.

Suzane conseguiu uma vaga após obter a nota necessária no Exame Nacional do Ensino Médio para entrar na faculdade Anhanguera. Ela cumpre pena atualmente no regime semiaberto.

FILMES

As produções A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, que deveriam estrear nos cinemas em 2020, estão disponíveis na plataforma de streaming Amazon Prime Video desde o dia 24 de setembro. As produções são baseadas nos relatos de Suzane e de Daniel Cravinhos: as versões de ambos sobre o assassinato dos pais da jovem, ocorrido em 2022, divergem em detalhes cruciais.

Continua após a publicidade

Publicidade