Continua após publicidade

SP cria Delegacia da Diversidade para combater crimes de intolerância

Equipe exclusiva atenderá denúncias de forma online e presencial no estado

Por Agência Brasil
Atualizado em 22 Maio 2024, 18h06 - Publicado em 26 ago 2021, 15h04

Foi lançada hoje (26) a Delegacia da Diversidade Online que vai atender denúncias de práticas transfóbicas ou homofóbicas de todo o estado de São Paulo.

A partir da página da Polícia Civil será possível registrar ocorrências de crimes de intolerância ou preconceito pela diversidade sexual. As denúncias também poderão ser feitas presencialmente pela unidade específica na capital paulista e nas unidades do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) em todo o estado.

Segundo o delegado geral de polícia, Ruy Ferraz, foi montada uma equipe para atender exclusivamente o novo serviço de investigação. São, de acordo com ele, 26 policiais com quatro viaturas descaracterizadas à disposição. Os agentes receberam treinamento sobre o tema da diversidade. “Nós temos treinamento específico para esses casos e estamos treinando todos os policiais do interior para que atendam com a dignidade que a vítima merece”, enfatizou.

Essa equipe vai ficar responsável por tomar as providências necessárias das ocorrências registradas na capital paulista pelo sistema eletrônico ou presencial. No restante do estado, as investigações serão conduzidas pelos Deics.

O secretário executivo da Polícia Civil, delegado Youssef Abou Chain, disse que há uma expectativa que a divulgação do novo serviço leve a um aumento da notificação de crimes de intolerância no estado. “Nós vamos ter com certeza um aumento significativo no número de registros, devido à facilidade e à divulgação do serviço vai encorajar essas denúncias”, disse.

Continua após a publicidade

Segundo Chain, nos últimos dois anos foram registrados em todo o estado uma média de 2 mil crimes de intolerância por ano. Ele ressalvou, no entanto, que até o momento os registros não permitiam a separação da intolerância contra a diversidade sexual de outros delitos de intolerância.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.