Clique e assine por apenas 6,90/mês

São José dos Campos usa “efeito XP” para tirar empresas de SP

Em reunião com empresários paulistanos, prefeitura oferece isenção de IPTU e alíquotas menores de ISS

Por Pedro Carvalho - Atualizado em 6 ago 2020, 17h37 - Publicado em 6 ago 2020, 17h18

O prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), participou de uma reunião virtual com empresários e executivos da capital paulista, na tarde de quarta-feira (5), para tentar convencê-los a mudar seus negócios para a cidade do Vale do Paraíba. “O objetivo é aproveitar o ‘Efeito XP’ e apresentar as potencialidades da cidade”, dizia o convite do evento, em referência à mudança da empresa financeira para São Roque.

Participaram da conversa sócios e executivos de marcas como Fulwood, Ânima Educação e KPTL, além de representantes de consulados e agências de inovação do exterior.

Entre os atrativos oferecidos pela prefeitura, estão o Imposto Sobre Serviços de 2% (em São Paulo, a alíquota costuma ser de 2,9%) e a isenção de IPTU de dois a seis anos período que “pode ser até dobrado”, segundo disse o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico do município, Alberto “Mano” Marques.

“Estou alinhado com essa ideia e vou chamar todos os meus amigos ‘Faria Limers’ para ir para São José dos Campos”, disse Renato Ramalho, o principal sócio do fundo KPTL, atualmente instalado no Itaim.

A Desenvolve Vale, organizadora do encontro, afirma que a procura de casas de alto padrão se multiplicou por seis na cidade nas últimas semanas, impulsionada principalmente por executivos da capital.

“As empresas de São Paulo estão percebendo o ‘efeito XP’ e o interesse pela cidade disparou”, afirma Kiko Sawaya, coordenador do Desenvolve Vale.

+OUÇA O PODCAST #SPSONHA

Continua após a publicidade
Publicidade