Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Rubem Fonseca morre aos 94 anos

Um dos mais importantes escritores brasileiros, é autor de 'Feliz Ano Novo'

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 abr 2020, 15h09 - Publicado em 15 abr 2020, 14h54

Morreu aos 94 anos o escritor Rubem Fonseca, na tarde desta quarta-feira (15), no Rio de Janeiro. As informações são do colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim.

Ele sofreu um infarto na hora do almoço no seu apartamento no Leblon. Chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu. Fonseca é autor de clássicos com o A Cólera do Cão, O Cobrador e Feliz Ano Novo. Sua última obra, lançada em 2018, foi Carne Crua.

Biografia

O escritor José Rubem Fonseca nasceu em 1925, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Formado em direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, iniciou uma carreira policial em 1952. Foi comissário no 16º DP de São Cristóvão e estudou psicologia e administração de empresas antes de 1958, quando passou a se dedicar inteiramente à literatura.

Sua estreia foi com o livro Os Prisioneiros, de 1963. Entre os prêmios que recebeu ao longo da carreira, destacam-se troféus importantes como o Jabuti e o Camões.

Continua após a publicidade
Publicidade