Continua após publicidade

Rodrigo Garcia declara “apoio incondicional” a Tarcísio e Bolsonaro

Tucano falou que decisão foi motivada pelo "bom trabalho" de Tarcísio para São Paulo e para "evitar que o PT ganhe" no estado

Por Hyndara Freitas
Atualizado em 4 out 2022, 16h26 - Publicado em 4 out 2022, 16h15

O governador de São Paulo Rodrigo Garcia (PSDB) declarou nesta terça-feira (4) apoio a Tarcísio de Freitas (Republicanos) no segundo turno da eleição para o governo de São Paulo, contra Fernando Haddad (PT). O tucano, que ficou em terceiro lugar na disputa, também declarou apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL) na disputa nacional contra Lula (PT).

+ Quem são os deputados federais eleitos em São Paulo
+ Marcos Pontes é eleito senador por São Paulo

Rodrigo recebeu Tarcísio e Bolsonaro no Aeroporto de Congonhas nesta tarde, e afirmou que São Paulo “é um estado desenvolvido porque o PT nunca governou”, e prometeu “apoio incondicional” aos dois candidatos.

“Com muita honra, venho aqui declarar o meu apoio e meu voto neste segundo turno ao presidente Bolsonaro. Meu apoio incondicional e meu trabalho neste segundo turno para que o presidente Jair Bolsonaro possa se reeleger e continuar comandando, ao lado da população, os destinos dessa nação, assim como aqui no estado de São Paulo declarando meu apoio, meu voto pessoal e incondicional à candidatura de Tarcísio de Freitas porque enxergo também não só um bom trabalho para São Paulo, mas também a condição de evitar que o Partido dos Trabalhadores ganhe as eleições aqui em São Paulo”, falou o tucano.

Mais cedo,  o próprio Tarcísio havia dito que “não faz sentido” ter representantes do PSDB em seu palanque, pois passou a campanha inteira falando que o estado deveria ter uma alternância no poder após 28 anos de governos tucanos. “Eu preguei mudança o tempo todo, não faz sentido agora estar com eles no palanque. Agora, entendo que eles têm capilaridades, têm boas políticas que precisam ser preservadas. Entendo que eles possam ter papel fundamental na eleição do presidente, mas eu vou seguir na linha que eu me comprometi com o estado de São Paulo, preservando o bom legado e transformando naquelas áreas em que a gente precisa de transformação”, afirmou.

Continua após a publicidade

Mesmo assim, Rodrigo declarou o apoio horas depois e disse que trabalhará para “deixar São Paulo e o Brasil em ótimas mãos”. Na manhã desta terça, o Partido Progressistas (PP), que fazia parte da coligação do PSDB no primeiro turno no estado, também anunciou apoio a Tarcísio. A campanha de Haddad esperava conseguir o apoio dos tucanos, e chegou a buscar Rodrigo para conversar, mas não teve sucesso.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.