Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

9. Rafinha Bastos e ‘As Olívias Palitam’: humor a qualquer hora

As produções independentes fazem sucesso na internet

Por Dirceu Alves Jr. e Giovana Romani Atualizado em 5 dez 2016, 18h56 - Publicado em 11 mar 2010, 19h42

Cansado de ver TV? Com preguiça de ir ao cinema ou ao teatro? Graças ao YouTube, vários atores cômicos produzem conteúdos independentes de suas montagens. A Cia. Barbixas de Humor lota o espetáculo Improvável por onde passa e virou febre na rede, mantendo uma média de 300 000 acessos diários. Como a montagem é calcada nos improvisos, as divertidas apresentações gravadas e postadas nunca correm o risco de se repetir. “Acreditamos que o sucesso do ‘Improvável’ foi exclusivamente por causa do YouTube”, reconhece o ator Daniel Nascimento. Mais criativas foram as protagonistas do espetáculo ‘As Olívias Palitam’, que, em cinco anos, fez 37 000 pessoas gargalhar com piadas sobre o universo das mulheres de 30. As atrizes Sheila Friedhofer, Renata Augusto, Cristiane Wersom e Marianna Armellini produziram a websérie ‘As Olívias Queimam o Filme!’. São onze episódios vistos por mais de 200 000 pessoas desde novembro. “O YouTube é a televisão mais democrática que se tem hoje”, afirma Cristiane. “Você pode ver a qualquer hora, quantas vezes quiser.” Atualmente integrando o programa CQC, Rafinha Bastos começou a fazer humor na rede em 1998. “Quando lancei meu espetáculo, em 2006, uma legião de gente me conhecia.” Hoje, Rafinha tem site, Twitter e canal no YouTube, em que mostra vídeos divertidos. Sua última invenção foi a animação ‘Os Devaneios Animados de Rafinha Bastos’. No ar desde o início do mês, a websérie tem quase 100 000 visualizações.

Publicidade