Clique e assine por apenas 5,90/mês

Por que não tem Wi-Fi na Campus Party?

Como solução, participantes da maior feira de tecnologia do Brasil conectam seus roteadores particulares

Por Gabrielli Menezes - Atualizado em 1 fev 2017, 17h43 - Publicado em 1 fev 2017, 17h29

Em sua décima edição, a mega feira de tecnologia Campus Party, que ocorre até domingo (5) no Pavilhão de Exposições do Anhembi, é considerada a maior do Brasil e é famosa internacionalmente. Engana-se, no entanto, quem pensa que, por se tratar de um evento especializado no assunto, a internet por Wi-Fi está garantida por lá.

Segundo a assessoria de imprensa da atração, a necessidade de uma banda larga de alta velocidade é tanta que se fossem distribuir roteadores pelo espaço ela perderia grande parte de sua rapidez.

“Acredito que não ter internet sem fio seja também uma questão de segurança. Aqui, há muitas pessoas especializadas no assunto. Se uma delas tiver más intenções, poderia comprometer todos os computadores conectados na mesma rede”, opina o carioca estudante de ciência da computação David Faial, que participa da feira pela segunda vez.

Internet a cabo: 40 gigabytes por segundo
Internet a cabo: 40 gigabytes por segundo (Foto: Veja São Paulo)

Como solução, os participantes conectam seus roteadores particulares e, por conta própria, estabelecem uma pequena rede Wi-Fi. Mas, calma lá: o evento, porém, disponibiliza a tradicional internet a cabo. 

São 40 gigasbytes por segundo que abastecem os fios distribuídos pelas bancadas utilizados por expositores, palestrantes e visitantes. Mesmo sem tecnologia wireless, a alta velocidade é uma das atrações da festas. Tem gente que aparece por lá só para baixar pesados jogos, por exemplo.

Continua após a publicidade
Publicidade