Clique e assine por apenas 6,90/mês

Polícia ainda busca 38 pessoas que atuam na Luz

Lista de procurados tem dezoito mulheres e vinte homens; Denarc continua trabalhando para prender os traficantes que escaparam, diz secretário de segurança

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 12 jun 2017, 09h07 - Publicado em 12 jun 2017, 08h44

Mesmo com as prisões de mais de cinquenta traficantes que atuavam na Cracolândia nas duas operações policiais das últimas três semanas, a polícia paulista ainda tem 38 mandados de prisão contra criminosos acusados de abastecer o “fluxo” na região da Luz.

Segundo o secretário estadual da Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves, o Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) continua trabalhando para prender os traficantes que escaparam das ações.

A lista de procurados tem dezoito mulheres e vinte homens cuja atuação na antiga região do “fluxo” foi documentada pelos investigadores em imagens nas quais os suspeitos aparecem com armas, realizando disparos e organizando a distribuição e venda da droga nas barracas anteriormente instaladas no local. Dentre os procurados está Anderson Alves de Siqueira Bernardino Kunzle, natural de Pernambuco. Segundo a polícia, ele desertou do serviço militar do Exército e atuava como segurança do PCC.

Publicidade