Clique e assine por apenas 6,90/mês

Especial Pinheiros: confira uma seleção de endereços multiúso

Café, centro cultural, loja e restaurante em um único imóvel, espaços do tipo se espalharam recentemente pela região

Por Guilherme Queiroz - Atualizado em 24 Jun 2019, 10h51 - Publicado em 21 Jun 2019, 06h00

Badalação vespertina

Inaugurado em 2009, o Cartel 011 tem um restaurante de cardápio inspirado nos clássicos das barraquinhas de rua. Mas, além disso, no local funcionam uma loja de roupas, um recinto para exposições e um bar.

No próximo mês o espaço receberá aulas de Yoga ANDRÉ LIGEIRO/Divulgação

Para quem não perde uma noite de sono, o espaço realiza festas na parte da tarde. No próximo mês, a novidade será o Respira, projeto que deve oferecer aulas de ioga e meditação.

Casa Planta: conta com biblioteca, café, livraria e exposições de arte Divulgação/Divulgação

Novas páginas

Continua após a publicidade

Palco de disputados encontros do mundo editorial independente, a Casa Plana conta com biblioteca, café, livraria e exposições de arte. Nesses ambientes, oferece cursos e atividades sobre assuntos variados, como cinema, editoração e design. Após iniciar a sua operação, em 2016, com a realização de um financiamento coletivo, o estabelecimento passou por dois imóveis na região do centro antes de mudar-se para o atual endereço, em Pinheiros. Rua Fradique Coutinho, 1139.

Lar Mar: loja, bar, restaurante e o aterliê de um shaper Divulgação/Divulgação

Ondas paulistanas

Com bar, loja de surfwear, restaurante e o ateliê de um shaper, que modela pranchas durante a semana, o Lar Mar é um reduto praiano. O local, inaugurado em 2017, é a materialização de eventos culturais que eram realizados no litoral paulista e deram origem ao espaço de mesmo nome. A casa, fundada por Felipe Árias, conta com uma área para literalmente colocar o pé na praia: são 17 toneladas de areia para curtir o clima descontraído na companhia de drinques tropicais e culinárias peruana e italiana. Rua João Moura, 613.

Restaurante vegano com culinária baiana e um empório: Espaço Eco- Cultural Casa
Jaya Divulgação/Divulgação

A vez dos veganos

Continua após a publicidade

A antiga residência do ator Laerte Morrone, que morreu em 2005, transformou-se dois anos depois no Espaço Eco- Cultural Casa Jaya. O local, de mais de 600 metros quadrados, recebe cerca de 250 pessoas por semana e comporta um restaurante vegano com culinária baiana e um empório com produtos orgânicos. Oferece cursos diversos e, entre aulas de capoeira e encontros de mindfulness, promove grupos de estudos e eventos, como a festa junina que ocorre no próximo sábado (29).

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 26 de junho de 2019, edição nº 2640.

Publicidade