Especial Pinheiros: um pouco da história e curiosidades do bairro

Quem foi o cardeal Arcoverde e como era a região da Zona Oeste de São Paulo antes da chegada dos bondes

De índios e bandeirantes

A região onde hoje está Pinheiros começou a ser povoada por volta de 1560, quando indígenas construíram uma aldeia no atual Largo da Batata. Próxima ao Rio Pinheiros, a área servia como porta para a entrada e saída de bandeirantes na vila. O desenvolvimento urbano começou em meados de 1750, após a construção da Igreja Nossa Senhora de Monte Serrat. E depois se intensificou no início do século XX, com a chegada de bondes e do Mercado Municipal de Pinheiros.

500 réis era a multa aplicada em 1584 pela Câmara a quem cortasse uma árvore do chamado Bosque dos Pinheiros. Segundo relatos, a mata, que ficava na região da Rua Paes Leme, era conhecida por abrigar araucárias. O documento que cita a presença da vegetação é usado por historiadores como argumento para explicar a denominação do bairro. Outra hipótese seria a pronúncia errada do nome indígena do Rio Pinheiros, Pi-iêrê, que significa “derramado”, em alusão às cheias do local.

Joaquim Arcoverde Albuquerque Cavalcanti, 1º cardeal do Brasil e da América Latina

Joaquim Arcoverde Albuquerque Cavalcanti, 1º cardeal do Brasil e da América Latina (ACERVO JULIO ABE/Divulgação)

Quem foi o cardeal Arcoverde?

Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcanti nasceu em Pesqueira, Pernambuco, em 1850. O homenageado da Rua Cardeal Arcoverde, uma das principais de Pinheiros, entrou cedo para a vida religiosa. Aos 13 anos, ingressou em um seminário na Paraíba. Estudou filosofia e teologia em Roma e virou padre aos 24 anos. Ganhou destaque ao ser nomeado bispo auxiliar de São Paulo em 1894. Ficou famoso por ter sido o primeiro cardeal latino-americano, elevado, em 1905, à função de cardeal-arcebispo do Rio de Janeiro, posto que ocupou até sua morte, em 1930.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 26 de junho de 2019, edição nº 2640. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s