Clique e assine por apenas 6,90/mês

Procon-SP convoca empresas de patinetes a prestar esclarecimentos

Segurança dos usuários seria motivo de questionamento na entidade

Por Redação VEJA São Paulo - 7 May 2019, 17h24

O órgão de defesa do consumidor Procon-SP notificou nesta segunda (6) empresas que oferecem patinetes elétricos e bicicletas para aluguel em São Paulo. O motivo seria o aumento de acidentes provocados por esses meios de transporte.

Os quatro negócios advertidos (Itaú, Rappi Brasil Intermediação de Negócios, Scoo Mobilidade e Yellow Soluções de Mobilidade) têm até o fim desta terça (7) para encaminhar respostas para questões a exemplo de: início das operações, possíveis restrições de uso – como peso, altura, ou condições físicas específicas -, medição de velocidade máxima atingida pelos equipamentos, entre outros.

Há também um pedido específico sobre o número de acidentes envolvendo os clientes. Nesta manhã, um rapaz foi atropelado na Avenida Brasil enquanto andava de patinete. O motorista do carro fugiu após a batida.

Outro pedido do Procon-SP é que as empresas mostrem como orientam seus usuários sobre as regras do Código de Trânsito Brasileiro para equipamentos do tipo.

Publicidade