Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Painel de Marielle Franco é vandalizado com tinta e frase Viva Borba Gato

Além do grafite que homenageia a deputada assassinada, o monumento que lembra Carlos Marighella também foi depredado

Por Redação VEJA São Paulo 30 jul 2021, 17h53

O painel em homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018, foi vandalizado nesta sexta-feira (30). O desenho, que fica em uma escadaria de Pinheiros, na Zona Oeste da cidade, foi sujo com tinta vermelha. A parede também foi pixada com a frase ‘Viva Borba Gato’.

Outro monumento vandalizado nesta sexta foi o que homenageia Marighella, nos Jardins. A Polícia ainda não sabe quem foram os autores dos atos. Um boletim de ocorrência foi aberto no 78º DP, nos Jardins, sobre a depredação da obra que lembra Marighella.

Os atos de vandalismo acontecem poucos dias após a estátua de Borba Gato ser incendiada. O episódio reacendeu o debate sobre as homenagens, feitas em monumentos, a figuras contestadas da História.

A Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo vai restaurar o painel de Marielle Franco. Segundo a pasta, serão destinados R$ 10 000 do orçamento do Museu de Arte de Rua (MAR).

  • Continua após a publicidade
    Publicidade