Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

“Um dos piores dias da minha vida”, diz Nego do Borel, acusado de agredir a ex

Artista divulgou texto nas redes sociais sobre as acusações de Duda Reis

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 jan 2021, 17h12 - Publicado em 13 jan 2021, 17h11

Duda Reis falou nesta quarta-feira (13) sobre o relacionamento com o cantor Nego do Borel. A modelo afirmou que durante o noivado, que terminou em dezembro, foi alvo de agressões físicas e psicológicas. O artista falou sobre o caso pelo seu Instagram.

“Estou vivendo, com certeza, um dos piores dias da minha vida”, escreveu Nego do Borel, que tem mais de 12 milhões de seguidores. “Tenho sido bombardeado de coisas e precisei de um tempo para ler e absorver tudo”.

Durante o seu relato pelas redes sociais, Duda também acusou o cantor de traição. Ele admitiu: “houve traição. Foi um erro do qual não me orgulho, me arrependo muito e não trouxe em público antes para não expor terceiros”.

“[Saíram] muitas mentiras a meu respeito, cosias que tem me deixado triste”, disse. Ele mencionou Duda: “quanto ao posicionamento da minha ex, é de fato algo que me surpreende, tenho também o meu lado da história e também vi e descobri muitas coisas, que ao contrário do que vem sendo feito, não gostaria de expor para não comprometer a integridade dela como mulher”.

Sem dar detalhes, o artista afirmou que “por questão de princípios, é algo que não faria com ela, como não faria com nenhuma outra mulher, a não ser que seja extremamente necessário”. Em seguida, afirmou que em breve fará um pronunciamento e contará “toda a verdade”.

Duda disse que vai abrir um Boletim de Ocorrência contra o artista. “Sofria agressão física. Já tiveram episódios que ele me empurrou. Teve um episódio que ele me empurrou tão forte que caí em cima de várias cadeiras e me machuquei. Um amigo dele, que é figura pública, mas não vou citar por que não tem necessidade, entrou no meio para apartar a briga. Isso faz parte de uma das agressões do B.O que eu estou abrindo contra ele”, relatou.

Continua após a publicidade
Publicidade