Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Mulher trans foi morta na madrugada de sábado na Zona Sul

Vítima teria sido jogada para fora de carro depois de sofrer ferimentos

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 out 2021, 15h41 - Publicado em 24 out 2021, 15h37

Morreu na madrugada de sábado (23), próxima a Avenida Indianópolis, na Zona Sul, uma mulher transsexual que teria sido esfaqueada.

A Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de agressão, com ferimentos que teriam sido causados por arma branca, na Alameda dos Uapês, popular região de prostituição. Profissionais do sexo que trabalham naquela área afirmaram que a mulher foi esfaqueada e jogada para fora de um carro.

Ao chegarem no local, a vítima estava ensanguentada e os policias acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que atestou o óbito. A vítima não foi identificada. O caso será investigado pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e foi registrado no 16º Distrito Policial (Vila Clementino). 

Assine a Vejinha a partir de 12,90 mensais

Continua após a publicidade

Publicidade