Clique e assine por apenas 6,90/mês

Movimento das estradas e aeroportos é tranquilo neste Natal

Tráfego está carregado nas estradas, mas sem pontos de parada. Em Congonhas, não há registros de atrasos ou cancelamento

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 25 Dec 2016, 17h20 - Publicado em 25 Dec 2016, 17h19

O fluxo de veículos pelas rodovias de São Paulo não registra problemas na tarde deste domingo de Natal. A expectativa é de que o tráfego fique carregado até as 20 horas, com o retorno de motoristas para a capital, mas até o momento não são observados pontos de parada. Há apenas um alerta para quem utilizar o Sistema Anchieta-Imigrantes, pois há neblina no trecho de serra das estradas que dão acesso ao litoral.

As concessionárias não reportam trânsito nas rodovias Anhanguera Bandeirantes, Raposo Tavares e Castello Branco, que ligam a capital ao interior. Motoristas que trafegam pela Via Dutra, ligação com o Rio de Janeiro, também não encontram problemas. O mesmo ocorre na Régis Bittencourt, ligação com o Paraná, e na Fernão Dias, que leva a Minas Gerais.

O movimento nos aeroportos também é tranquilo. Na última hora, apenas dois voos estavam atrasados, correspondendo a 0,27% do total de operações. Desde o início do dia até as 16h, a quantidade de pousos e decolagens fora do horário programado atingia 17 (2,28%). Voos cancelados somavam 51, ou 6,84% do total. As informações são da Infraero.

Conforme a autarquia, os terminais de Santos Dumont, no Rio, e o de Recife (PE) figuram entre os com maior número de cancelamentos: seis em cada. O Afonso Penna, em Curitiba (PR), apresenta cinco cancelamentos, enquanto o Pinto Martins, em Fortaleza (CE), quatro. Em Salvador (BA), o Aeroporto Deputado Luís Eduardo Magalhães contava três cancelamentos, mesma quantidade reportada no Juscelino Kubitschek, em Brasília (DF).

Continua após a publicidade

Já Congonhas, em São Paulo, e o Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), não registram nem atrasos, nem cancelamentos.

 

 

Publicidade