Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Movimento das estradas e aeroportos é tranquilo neste Natal

Tráfego está carregado nas estradas, mas sem pontos de parada. Em Congonhas, não há registros de atrasos ou cancelamento

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 25 dez 2016, 17h20 - Publicado em 25 dez 2016, 17h19

O fluxo de veículos pelas rodovias de São Paulo não registra problemas na tarde deste domingo de Natal. A expectativa é de que o tráfego fique carregado até as 20 horas, com o retorno de motoristas para a capital, mas até o momento não são observados pontos de parada. Há apenas um alerta para quem utilizar o Sistema Anchieta-Imigrantes, pois há neblina no trecho de serra das estradas que dão acesso ao litoral.

As concessionárias não reportam trânsito nas rodovias Anhanguera Bandeirantes, Raposo Tavares e Castello Branco, que ligam a capital ao interior. Motoristas que trafegam pela Via Dutra, ligação com o Rio de Janeiro, também não encontram problemas. O mesmo ocorre na Régis Bittencourt, ligação com o Paraná, e na Fernão Dias, que leva a Minas Gerais.

O movimento nos aeroportos também é tranquilo. Na última hora, apenas dois voos estavam atrasados, correspondendo a 0,27% do total de operações. Desde o início do dia até as 16h, a quantidade de pousos e decolagens fora do horário programado atingia 17 (2,28%). Voos cancelados somavam 51, ou 6,84% do total. As informações são da Infraero.

Conforme a autarquia, os terminais de Santos Dumont, no Rio, e o de Recife (PE) figuram entre os com maior número de cancelamentos: seis em cada. O Afonso Penna, em Curitiba (PR), apresenta cinco cancelamentos, enquanto o Pinto Martins, em Fortaleza (CE), quatro. Em Salvador (BA), o Aeroporto Deputado Luís Eduardo Magalhães contava três cancelamentos, mesma quantidade reportada no Juscelino Kubitschek, em Brasília (DF).

Já Congonhas, em São Paulo, e o Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), não registram nem atrasos, nem cancelamentos.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade