Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Motorista de aplicativo idoso é espancado após cancelar corrida

Passageira e o marido foram presos suspeitos de lesão corporal grave

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 17 out 2021, 13h01 - Publicado em 17 out 2021, 13h00

Um motorista de aplicativo de 68 anos de idade foi espancado após cancelar uma corrida na cidade de Goiânia, em Goiás, no sábado (16). O idoso e uma passageira teriam discutido por conta da demora do homem para chegar no local de embarque.

Depois de baterem boca, o motorista cancelou a corrida e desistiu da corrida. Eles estavam parados em um posto de gasolina, de acordo com informações da TV Anhanguera. Uma câmera de segurança registrou a agressão.

Após a discussão, a mulher ligou para o seu marido, que foi no local tirar satisfação com o motorista. A mulher afirma que foi ofendida pelo motorista durante a discussão. O marido chegou no local jogando o idoso no chão. Na seqûencia, ele desfere chutes e pontapés no homem.

Na sequência, a mulher dá chutes na cabeça do idoso, mesmo ele tendo desmaiado. Um frentista do posto de gasolina tenta interromper a briga. Ao constatarem que o motorista de aplicativo desmaiou, os agressores tentam socorrê-lo.

A polícia foi acionada e o idoso foi levado para um hospital com um pulmão perfurado, uma costela quebrada, uma luxação na cabeça e uma crise de convulsão. O casal foi preso suspeito de lesão corporal grave.

Continua após a publicidade

Publicidade