Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Moradora de Santos é denunciada por ataques racistas

Zelador e vizinhos são o alvo da mulher, que chegou a avançar em pessoas com uma barra de ferro

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 9 Maio 2021, 13h26 - Publicado em 9 Maio 2021, 13h23

Uma mulher, de 56 anos, que é nutricionista, em Santos, foi denunciada por vizinhos e o zelador de seu condomínio por ataques racistas. Na madrugada da última quinta (5), ela foi presa, mas depois liberada, depois de ter pagado fiança. Na ocasião, ela escreveu folhetos preconceituosos e distribuiu pelo prédio. Alguns dos papeis foi anexado por ela na porta das vítimas, que dizem ter sido ameaçadas também com uma barra de ferro.

As denúncias com a nutricionista são recorrentes. No sábado (8), a polícia foi acionada novamente. O zelador do prédio, em que ela mora, chamado Arilton Souza de Carvalho, contou ao G1 que também já registrou boletim de ocorrência contra a moradora. “Já faz um tempo que sempre que ela me vê pelo condomínio fazendo meu serviço já muda a cara. Questiona o que estou fazendo e me chama de ‘negro”, ‘marginal’, ‘preto encardido'”, disse ele. Os crimes estão sendo investigado pelo 7º DP de Santos. 

Mensagem completa, escrita por moradora:
Mensagem completa, escrita por moradora: “Getúlio, por favor, encaminhe esta mensagem ao negro (preto) zelador Arlindo, horroroso” Reprodução/ Arquivo Pessoal/Veja SP
Publicidade