Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Mistérios da cidade: qual é este monumento da Rodovia dos Bandeirantes?

Intitulada "As Três Faces do Cristal", obra está localizada na beira da Marginal Tietê

Por Guilherme Queiroz Atualizado em 2 abr 2021, 00h44 - Publicado em 2 abr 2021, 06h00

Quem chega ou sai da capital pela Rodovia dos Bandeirantes já deve ter se questionado: qual é o significado daquele enorme pedaço de concreto na beira da Marginal Tietê? Chamado de As Três Faces do Cristal, o trabalho é do artista plástico gaúcho Avatar da Silva Moraes (1933-2011), que o criou com o objetivo de chamar a atenção para o local do início do traçado da rodovia na cidade. É feito de concreto armado e formado por três pirâmides pontiagudas, que lembram um cristal que brota do chão.

Monumento As Três Faces do Cristal
“As Três Faces do Cristal” Guilherme Queiroz/Veja SP

O conjunto simboliza os elementos da natureza e as modificações do homem na Terra. A Bandeirantes liga, em 160 quilômetros de extensão, São Paulo a Campinas: as obras começaram em 1976 e contaram com a participação de 12000 pessoas. Foi inaugurada em outubro de 1978, com a presença do então presidente Ernesto Geisel, do governador Paulo Egydio Martins e do prefeito Olavo Setubal.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 07 de abril de 2021, edição nº 2732

  • Continua após a publicidade
    Publicidade