Clique e assine por apenas 6,90/mês

55% dos médicos recém-formados no estado são reprovados em exame

O teste do Conselho Regional de Medicina de São Paulo avaliou o desempenho de 2891 profissionais

Por Veja São Paulo - Atualizado em 5 dez 2016, 12h51 - Publicado em 29 jan 2015, 14h28

 

Mais da metade dos recém-formados em medicina no estado foram reprovados no exame do Conselho Regional de Medicina (Cremesp) de 2014, realizado em outubro. Dos 2 891 profissionais que acabaram de sair de faculdades médicas que participaram dos testes, 55% não conseguiram atingir o porcentual mínimo de acertos na prova, de 60%. Os dados foram divulgados hoje, quinta (29), em coletiva de imprensa.

+ Rede Dr. Consulta planeja mais dezesseis endereços em dois anos

Entre as escolas públicas paulistas, a reprovação foi de 33%. Entre os cursos de medicina privados do estado, 65,1% foram reprovados.

Trata-se do terceiro exame realizado depois que se tornou obrigatório para quem deseja obter o registro de médico no Cremesp e atuar no estado. O registro no CRM, entretanto, não depende do desempenho ou da aprovação nas provas.

+ Médicos “galãs” de São Paulo fazem sucesso nas redes sociais

Essa décima edição da avaliação contou com 120 questões objetivas de múltipla escolha, abrangendo problemas comuns da prática médica em nove áreas: clínica médica, clínica cirúrgica, pediatria, ginecologia, obstetrícia, saúde mental, epidemiologia, ciências básicas e bioética.

Continua após a publicidade
Publicidade