Continua após publicidade

Mercado Municipal de SP multa 10 lojistas por ‘golpe da fruta’ em clientes

Internautas denunciaram vendedores que divulgam preços diferentes do que realmente cobram

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 12 fev 2022, 17h52 - Publicado em 12 fev 2022, 17h51

Após denúncias de consumidores nas redes sociais sobre o ‘golpe da fruta‘, aplicado por vendedores do Mercado Municipal de São Paulo, 10 lojistas foram advertidos e multados pela concessionária que administra o espaço, a Mercado SP SPE S.A.

+‘Golpe da fruta’ no Mercado Municipal de SP é denunciado por internautas

De acordo com a concessionária, a multa varia entre 10 a 100% do valor da locação do box do vendedor. No caso de reincidência, caso haja segunda multa, o contrato com o lojista será rescindido e a concessionária poderá despejá-lo do Mercado Municipal.

Em nota, a concessionária também afirma que “realiza reuniões rotineiras com os responsáveis pelas bancas de frutas, orientando e advertindo sobre as boas práticas a serem observadas por todos, bem como, advertindo das consequências do não cumprimento do Regimento Interno, do Contrato firmado e da legislação em vigor”.

Continua após a publicidade

A empresa também recebe reclamações e denúncias pelo email sac@mercadospspe.com.br. “É muito importante que a companhia seja informada de eventuais abusos para que sejam tomadas as medidas necessárias”, pontua.

O golpe

Clientes no Mercado Municipal de São Paulo, no centro da cidade, relataram no Instagram que estão sofrendo diversos golpes dos vendedores de frutas.

Apelidado de ‘golpe da fruta‘, um usuário relata que um vendedor lhe ofereceu laranja com acerola por 40 reais o quilo, mas no momento da pesagem o mesmo vendedor cobrou 190 reais. Após também uma bandeja de cerejas, o preço final da compra custou 230 reais.

Continua após a publicidade

Um casal também contou que foi cobrado 800 reais apenas em frutas. Alguns consumidores ainda relatam que foram ameaçados e agredidos verbalmente ao se recusarem a pagar o valores.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.