Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Megaferiado começa nesta sexta e vai até 4 de abril: o que abre e fecha

Medida quer diminuir circulação de pessoas na cidade; serviços funcionam com restrições

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 mar 2021, 12h30 - Publicado em 25 mar 2021, 12h27

O prefeito Bruno Covas (PSDB) decretou um megaferiado na cidade de São Paulo entre 26 de março até o dia 4 de abril. A medida visa conter a circulação de pessoas nas ruas da cidade, diminuindo assim o contágio do coronavírus.

Os feriados antecipados são cinco: o de Corpus Christi e do Dia da Consciência Negra de 2021 e os do aniversário de São Paulo, de Corpus Christi e do Dia da Consciência Negra de 2022. O dia 2 de abril já é o feriado de Sexta-Feira Santa (Páscoa).

Com tantos dias de folga, um temor do governo do estado e das prefeituras da baixada santista é uma corrida de paulistanos para o litoral. Prefeitos das cidades litorâneas fizeram apelo para que a população não desça a serra e permaneça em casa nos dias de folga.

Praias e calçadões já estão interditados ao público. Nove municípios da baixada decretaram lockdown de 23 de março a 4 de abril: Santos, São Vicente, Guarujá, Praia Grande, Cubatão, Itanhaém, Peruíbe, Bertioga e Mongaguá. 

Veja o que abre e fecha nesses dias:

  • Bancos

Vão priorizar atendimento digital. Nas agências, haverá triagem na entrada, dando preferência ao atendimento para os casos de recebimento de benefícios sociais, pagamento de salários, aposentadorias e pensões. O vencimento dos boletos não será alterado.

  • Saúde

Nos dias 26, 29, 30 e 31 de março e 1° de abril, todos os serviços de Saúde da capital funcionarão de forma ininterrupta. Alguns serviços só fecham na Sexta-Feira Santa (2 de abril), permanecendo apenas os essenciais e plantões.

  • Transportes

Metrô, CPTM e ônibus vão funcionar normalmente.

  • Escolas

As redes estadual e municipal estão em recesso. Nas escolas particulares, algumas não vão aderir ao feriado, mas farão somente aulas online.

  • Abastecimento

As feiras livres funcionarão normalmente. Supermercados, açougues e padarias podem funcionar normalmente, seguindo as regras do plano emergencial.

  • Viagens

Não há nenhum impedimento, mas a orientação das autoridades é para ficar em casa. No litoral, a maioria das cidades estará com as praias fechadas. A operação descida no sistema Anchieta-Imigrantes está suspensa.

Continua após a publicidade
  • Serviços

Poupatempo, Procon e Detran não estão atendendo de forma presencial na fase emergencial. Os serviços são online.

  • Espaços culturais

Bibliotecas, centros culturais, casas de cultura, teatros e outros espaços apenas com atividades online em centros esportivos.

  • Telecentros

Os Telecentros, as unidades da rede FAB LAB LIVRE SP e as unidades do Descomplica SP permanecerão fechados.

  • Hospitais veterinários

Só estarão fechados no dia 2 de abril.

  • Rodízio

Está mantido no horário das 20h às 5h durante o feriado Segunda para terça: placas finais 1 e 2 Terça para quarta: placas finais 3 e 4 Quarta para quinta: placas finais 5 e 6 Quinta para sexta: placas finais 7 e 8 Sexta para sábado: placas finais 9 e 0.

  • Sabesp

Os postos de atendimento da Companhia nas unidades do Poupatempo estão temporariamente fechados durante a fase vermelha do Plano SP. Cidadãos podem utilizar os canais digitais de atendimento ou centrais telefônicas.

  • Detran

Nos portais do Detran.SP e do Poupatempo, além do aplicativo Poupatempo Digital, o cidadão pode acessar a qualquer momento mais de 70 opções de serviços online do departamento estadual de trânsito de São Paulo.

  • Poupatempo

Os 82 postos do Poupatempo em todo o Estado permanecerão fechados enquanto durar a fase emergencial do Plano São Paulo. Atendimento on-line estão mantidos.

Leia também:

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade