Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Covid-19: médicos são denunciados após tomarem três doses de vacinas

Prefeitura encaminhou o caso para o Cremesp

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 Maio 2021, 20h54 - Publicado em 20 Maio 2021, 20h53

A prefeitura de São Paulo denunciou dois médicos por tomarem três doses de vacinas contra a Covid-19. De acordo com Secretaria Municipal da Saúde, eles eram profissionais da rede privada e estavam cadastrados para participar do programa de vacinação regular.

Após tomarem duas doses da CoronaVac, vacina do Butantan, eles compareceram a um posto de saúde e conseguiram uma dose do imunizante da AstraZeneca, de acordo com o G1. A gestão informou para a Vejinha que o erro ocorreu porque no momento da imunização o sistema estadual de controle de vacinas, o Vacivida, estava fora do ar.

Quando a conexão foi restabelecida, a irregularidade foi percebida. O caso foi denunciado ao Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). “Até a presente data, o município não registrou nenhum outro caso na capital. Os nomes dos envolvidos são mantidos em sigilo para a devidas averiguações pelos Conselhos competentes”, diz em nota a pasta.

Publicidade