Clique e assine com até 89% de desconto

Marcelo Crivella xinga João Doria de ‘vagabundo’ e ‘viado’

Governador de São Paulo se manifestou sobre ofensas; candidato à reeleição pediu desculpas

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 19 nov 2020, 11h36 - Publicado em 19 nov 2020, 11h31

Marcelo Crivella (Republicanos), prefeito do Rio de Janeiro e candidato à reeleição, xingou o governador de São Paulo João Doria (PSDB) de “vagabundo e “viado”. As ofensas aconteceram durante uma reunião do partido na noite de quarta-feira (8) no Rio.

“Sabe de quem é essa OS [organização social]? Essa é de São Paulo, é do Doria, viado, vagabundo”. Quem divulgou a fala foi Sandro Avelar, presidente da escola de samba Império Serrano e apoiador do candidato Eduardo Paes (DEM).

Crivella fazia referência às organizações sociais do Rio de Janeiro que atuam na área da Saúde. Nesta quinta-feira (19), em nota, ele pediu desculpas.

“A fala foi um momento de revolta pela OS reter o salário de médicos e enfermeiros mesmo tendo recebido da prefeitura. Em tempos de pandemia isso pode custar vidas. Marcelo Crivella pede desculpas pelos excessos, e ao governador João Doria”, diz a nota.

João Doria se manifestou em suas redes sociais. “Lamento que o prefeito do Rio de Janeiro, um pastor que deveria ser um exemplo, faça ataques, use palavrões e o preconceito para se referir a um governador. O prefeito Crivella se apequena e lamentavelmente encerra seu ciclo de forma melancólica.”

+Assine a Vejinha a partir de 5,90 

Continua após a publicidade
Publicidade