Clique e assine com até 89% de desconto

Marcello Dantas recria Parque Nacional do Xingu dentro do Sesc Pompeia

Curador irá simular parque indígena a partir de elementos das 16 etnias que vivem no local

Por Daniel Salles [com reportagem de Giovana Romani, João Batista Jr. e Manuela Nogueira] Atualizado em 5 dez 2016, 17h57 - Publicado em 25 jun 2011, 00h50

O curador Marcello Dantas vai recriar em um galpão do Sesc Pompeia o Parque Nacional do Xingu, que completou cinquenta anos em abril. A demarcação da reserva indígena foi fruto do empenho de quatro irmãos paulistas de classe média: Orlando, Cláudio, Leonardo e Álvaro Villas-Boas.

“Vamos ter elementos, como fotos e vídeos, das dezesseis etnias de tribos de lá”, diz Dantas. As principais atrações serão um avião monomotor Paulistinha e canoas de madeira — usados pelos desbravadores da região. A exposição “Irmãos — O Xingu dos Villas-Boas”, prevista para começar no dia 13 de julho, foi produzida pela O2 Filmes, que também vai lançar no segundo semestre o longa “Xingu”, do cineasta Cao Hamburger.

Publicidade