Clique e assine por apenas 6,90/mês

Fenômeno global, K-pop invade São Paulo em 2019

Confira a intensa agenda de shows do gênero que surgiu na Coreia do Sul e impulsionou inclusive o turismo de brasileiros para o país

Por Camila Pusiol - Atualizado em 6 Mar 2019, 14h59 - Publicado em 28 Feb 2019, 10h00

Recentemente, a banda coreana BTS (BangTan Sonyeondan), um dos maiores fenômenos do gênero K-pop, anunciou sua quarta vinda ao Brasil.  A apresentação faz parte da turnê Love Yourself: Speak Yourself, que ocorrerá no Allianz Parque, no dia 25 de maio. O grupo também esteve no país nos anos de 2014, 2015 e 2017.

Na última vez que estiveram na cidade, o conjunto esgotou em pouco tempo todos os 14 000 ingressos que foram colocados à venda para os dois dias de apresentação no Citibank Hall. Os fãs acamparam na filas e causaram frenesi com vários dias de antecedência.

Reprodução/Veja SP

Agora, eles retornam ao país como estrelas do pop e num espaço com maior capacidade, o Allianz Parque. Assim como ocorreu em 2017, os ingressos devem se esgotar rapidamente.

Os garotos, responsáveis por bater recordes da Billboard, são apenas uma das pontas que sustentam o fenômeno global conhecido como K-Pop. Gênero musical originado na Coreia do Sul que explodiu no mundo há cerca de cinco anos, se transformando em uma indústria que movimenta bilhões de dólares.

Continua após a publicidade

Amados pelos adolescentes, os astros de K-Pop são responsáveis por protagonizar turnês mundiais, estampar campanhas publicitárias, assinar linhas de roupa e angariar milhões de visualizações no YouTube. Os próprios meninos do BTS, por exemplo, vão virar bonecos da Mattel – empresa responsável por fabricar a Barbie.

bts-highway-star.jpeg
BTS Divulgação

São Paulo já foi palco para grandes bandas como Blanc7, VAV, Monsta X, Oh My Girl, entre outras. Porém, as atividades envolvendo os gênero musical prometem ser ainda mais intensas em 2019. Confira um pouco do que vai rolar por aqui este ano:

Encontro de Fãs de BTS no Memorial da América Latina:

No domingo (10), o Memorial da América Latina receberá, a partir das 11h, um encontro de fãs do BTS. O evento gratuito é uma parceria da Rádio Disney com a LG, que tem os meninos da banda como garotos propaganda. Por lá, os fãs poderão fazer selfies com camera 360º, participar de aulas de fit dance, e competir em desafios com direito a brindes.

Continua após a publicidade

SERVIÇO

  • Blitz Rádio Disney LG/BTS
  • Domingo, 10 de março, das 11h às 18h
  • Praça da Sombra – Memorial da América Latina, portões 8, 9 e 13
  • Entrada Gratuita

  • Busters

O grupo feminino Busters passará por São Paulo no dia 7 de abril, durante sua primeira vinda ao Brasil. Os ingressos variam de R$ 60,00 a R$ 190,00 e estão à venda no Ticket 360. O quinteto formado por Minji, Hyeongseo, Jisoo, Minjung e Chaeyeon mesclam o universo de idols (como são chamados os artistas de k-pop) com de Power Rangers.

Divulgação/Divulgação

BTS

Continua após a publicidade

Depois de dois anos, RM, Jin, Jimin, Suga, V, J-Hope e Jungkook voltam para uma apresentação única em São Paulo. O show acontece no dia 25 de maio e os ingressos começam a ser vendidos a partir do dia 11 de março no site do Eventim. Os valores inteiros variam de R$290,00 a R$750,00. No repertório devem rolar hits como Idol, Fake Love e DNA.

Masc

O quarteto formado há três anos por Woosoo, Ireah, Heejae e Moonbong esteve no Brasil em 2017. Agora, especula-se que eles retornarão em maio, mas ainda sem datas definidas. Strange e Do it devem estar no repertório da banda.

Continua após a publicidade
Divulgação/Divulgação

Monsta X

Shownu, Wonho, Minhyuk, Kihyun, Hyungwon, Joobheon e I.M também devem fazer as malas para o Brasil. A turnê We Are Here chega a São Paulo no dia 19 de julho, com uma apresentação única no Espaço das Américas. Os ingressos começam a ser vendidos a partir do dia 9 de março, em valores inteiros que variam de R$340,00 a R$640,00. Os fãs esperam ouvir sucessos como Alligator, X, Shoot Out e DRAMARAMA, com direito a muitas dancinhas.

Divulgação/Divulgação

A influência do K-Pop é tanta que ela tem ultrapassado as barreiras musicais.  Impulsionados pelas letras e som contagiante, os brasileiros têm demonstrado interesse em aprender o idioma e a cultura da Coreia do Sul.  Segundo informações da EF, empresa que oferece programas de viagens, a busca por intercâmbios no país cresceu 299% em 2018 em comparação com o ano anterior.

A capital paulista encabeça a lista dos estados mais interessados no programa, com 32,5%. A maioria do público é composta por mulheres (89%). A faixa etária predominante é dos 16 aos 24 anos (78%).

Coreia do Sul vira opção de intercâmbio para fãs de K-Pop Divulgação/Divulgação

Para atender essa procura, a empresa lançou um programa de intercâmbio em grupo para viajantes a partir dos 13 anos com duração de seis semanas que promete oferecer uma imersão completa para alunos, sem necessidade de conhecimento prévio no idioma. No programa, um líder acompanha o grupo desde a saída do Brasil até o destino, organizando uma programação de atividades que vão desde aulas com a temática de K-pop até viagens aos pontos turísticos.

Continua após a publicidade

“A Coreia tem chamado a atenção de todo o mundo nos últimos anos, principalmente pelo sucesso das bandas de K-pop, mas também por sua cultura, culinária, rotina de beleza e pontos turísticos. A maior parte dos interessados em estudar o coreano são adolescentes de 13 a 24 anos que têm admiração pela música”, afirma Nathalle Peres, gerente de marketing da EF.

Publicidade