Continua após publicidade

Justiça mantém no ar propaganda de Tarcísio que chama Haddad de pior prefeito

Juíza do TRE-SP afirmou que jingle que ataca gestão do petista na cidade de São Paulo é "mera crítica eleitoral"

Por Hyndara Freitas
Atualizado em 15 out 2022, 14h43 - Publicado em 15 out 2022, 14h15

A Justiça manteve no ar uma propaganda de Tarcísio de Freitas (Republicanos) que chama Fernando Haddad (PT) de “pior prefeito” de São Paulo. O petista havia acionado o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) afirmando que a peça do adversário, que foi veiculada em rádios, tem “fatos descontextualizados” e tem como objetivo “degradá-lo e humilhá-lo”.

+ Haddad critica ausência de Tarcísio em debate e promete diminuir impostos

Na propaganda, há um jingle que canta: “Diz ai que foi, pior prefeito. Se você não lembra, agora a gente vai lembrar para você!!!!”. Em seguida, uma locutora diz: “No tempo do Haddad, muita coisa aumentou. Aumentou a quantidade de moradores de rua, a cracolândia, a falta de professor, o IPTU. Tem coisa tão ruim, tão ruim, que a galera prefere esquecer mesmo!”. E o jingle continua: “Diz ai que foi, pior prefeito. Se você não lembra, agora a gente vai lembrar para você. É do PT!!!!!”.

A juíza Maria Claudia Bedotti decidiu, na última sexta-feira (14), que a propaganda não tem nenhuma irregularidade. Na decisão, ela afirma que a frase “pior prefeito de São Paulo” não configura “fato que possa ser aferido objetivamente, traduzindo mera crítica própria do debate político eleitoral”.

Em sua visão, é apenas um conteúdo que questiona a capacidade de gestão do candidato, “sem resvalar para o lado pessoal”, e destacou que uma pessoa que pretende postular um cargo público precisa “tolerar a realização de críticas de caráter político a ele dirigidas de forma mais acentuada, bem como deve ter em mente que sua honra e imagem não se identificam com as de pessoa comum”.

Continua após a publicidade

A juíza ainda lembrou que, em 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve no ar uma propaganda de Jair Bolsonaro (PL, na época no PSL) que dizia que Haddad – que na ocasião tentava se eleger presidente da República – teria sido avaliado como o pior prefeito do Brasil.

Cabe recurso ao plenário do TRE-SP.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.