Clique e assine por apenas 6,90/mês

Polícia investiga família que mantinha filho em cárcere privado em Guarulhos

Em depoimento, o pai do rapaz alegou que o filho estava preso havia três dias para evitar o uso de drogas

Por Andreza Monteiro - Atualizado em 1 jun 2017, 15h53 - Publicado em 24 out 2016, 13h23

Um homem foi encontrado por policiais em situação de cárcere privado na última quinta (20) no bairro dos Pimentas, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo.

Policiais do 8º DP de Guarulhos foram até o bairro para cumprir um mandado de busca e apreensão na casa de um suspeito de roubo. Porém, acabaram entrando por engano na residência onde estava Armado Bezerra de Andrade, de 36 anos, trancado em um cômodo, sozinho.

+ Haddad proíbe novos gastos da prefeitura até fim do ano

De acordo com o delegado titular do DP, Celso Valdir Marchiori, inicialmente os policiais acreditaram que Andrade era uma vítima de criminosos que moravam ali. “Eles pediram uma equipe de socorro para resgatar o rapaz e levá-lo para o hospital”, afirmou Marchiori.

Os profissionais o encontraram muito debilitado. Segundo o boletim de ocorrência, não havia outras pessoas na residência. O cômodo no qual ele se encontrava não tinha banheiro, por isso, havia fezes e urina pelo chão. Ao ser resgatado, faminto, Andrade pediu comida.

No mesmo dia, o pai da vítima se apresentou espontaneamente no distrito policial para esclarecer a situação. “Ele disse que o rapaz estava trancado porque é usuário de entorpecentes e havia fugido de casa quando era adolescente, tendo aparecido na última segunda-feira pedindo abrigo”, contou. O homem contou ainda à polícia que o próprio filho havia concordado em ficar trancado por que precisava “ficar livre das drogas”. Os vizinhos da família citaram que o rapaz não era visto na região há muitos anos.

A polícia irá investigar o crime de cárcere privado, entre outros delitos. Nenhum familiar foi detido. “Não temos evidências para prender o pai dele, pois ele se apresentou voluntariamente, não tem passagem e possui residência e emprego fixos”, explicou o delegado.

Continua após a publicidade

+ Heroína chega à Cracolândia, trazida da África

Investigação

Caso Guarulhos cárcere
Caso Guarulhos cárcere

Os outros moradores da casa – a madrasta do rapaz e o filho dela, que tem quase a mesma idade de Andrade – ainda irão depor. A polícia também aguarda a recuperação de Andrade, que se encontra internado no Hospital Municipal Pimentas Bonsucesso, para ouvi-lo.

A família se mudou da residência no último fim de semana, com escolta da polícia, devido a represálias que vinha sofrendo de moradores do bairro. O muro da casa foi pichado com pedidos de justiça.

Os vizinhos acreditam que Andrade permaneceu no interior da residência por mais de 18 anos. A aposentada Elizabete Felisberto, que conheceu o rapaz ainda na adolescência, relata que ficou chocada com o caso e que não acredita na versão contada pelo pai. “Esse menino sumiu do dia para a noite há quase vinte anos. Eu lembro que todo mundo achou estranho. A gente perguntava sobre ele para o pai dele, mas só ouvíamos que estava em uma viagem, depois falaram que ele estava fazendo faculdade no interior, sempre uma história diferente da outra”, contou Elizabete. 

A Secretaria de Saúde de Guarulhos informou que o paciente está internado desde a noite de quinta-feira (20) “com quadro de aparente desnutrição”. Andrade permanece internado fazendo exames.

Continua após a publicidade
Publicidade