Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

O home office do Palácio da Justiça

Desde que o sistema foi implantado produtividade aumentou em 30%

Por Mauricio Xavier [Com reportagem de Júlia Gouveia, Saulo Yassuda e Ricardo Rossetto] Atualizado em 5 dez 2016, 14h11 - Publicado em 15 ago 2014, 23h00

Desde fevereiro, oito funcionários do Tribunal de Justiça trabalham dois dias por semana em esquema de home office, direto de casa. Foram recrutados escreventes e assistentes judiciários que utilizavam o sistema eletrônico pelo qual os processos são acessados via internet.

Nesse período, a surpresa: a produtividade dos participantes aumentou em média 30%. Neste mês, mais doze empregados testarão a iniciativa, que será ampliada se os números continuarem positivos. “A ideia é facilitar a vida do servidor e evitar a perda de tempo no trânsito”, afirma a juíza Maria Fernanda Rodovalho, assessora da área da presidência do Tribunal.

+ As novidades em equipamentos de ginástica apresentadas no maior evento do segmento em São Paulo

+ Desde o ano passado, emissão de documentos nos cartórios da cidade está mais ágil

+ Conheça as cachaças mais caras do Brasil

Continua após a publicidade

Publicidade