Continua após publicidade

Governo federal propõe fechamento da Cinemateca Brasileira, diz colunista

Indicada pelo presidente Bolsonaro, a atriz Regina Duarte comandaria o órgão

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 Maio 2024, 18h12 - Publicado em 29 Maio 2020, 21h46

O governo federal propôs fechar a Cinemateca Brasileira depois de uma reunião entre representantes da Secretaria Especial da Cultura e Audiovisual e da direção da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp), que gerencia a instituição com sede em São Paulo, ocorrida no final da tarde desta sexta, 29. O contrato, porém, termina apenas em 2021. As informações foram divulgadas pela coluna de Ricardo Feltrin, no UOL.

A atriz Regina Duarte tinha sido indicada para o comando do orgão, após a saída da secretaria. A Cinemateca é responsável pela difusão do patrimônio audiovisual brasileiro.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

Com a rescisão do contrato, a instituição teria que interromper projetos já em andamento e a Acerp demitiria cerca de 150 funcionários. O governo, que deve 11 milhões à instituição, também não arcaria com os custos das rescisões trabalhistas. O órgão recusou a proposta e acionou o conselho administrativo para tomar medidas judiciais.

Continua após a publicidade

Sem ter vagas em uma instituição que pode fechar as portas, resta ao governo federal “arrumar” uma função para Regina Duarte. A proposta é nomeá-la para um cargo DAS (Direção e Assessoramento Superior) no valor de R$ 15 mil por mês.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.