Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Reinaldo Gottino se demite da CNN Brasil e retorna à Record

Apresentador do CNN Novo Dia pediu demissão do canal após apenas oito meses de contratação

Por Redação VEJA São Paulo 29 Maio 2020, 16h03

Contratado pela CNN Brasil em setembro do ano passado, o jornalista Reinaldo Gottino anunciou nesta sexta-feira (29) sua demissão do canal para retornar à Record. Após proposta da emissora aberta, Gottino deve assumir novamente o Balanço Geral SP, programa de notícias que apresentou entre 2014 e 2019. O jornalista também terá um novo programa semanal.

Em nota oficial, a Record confirmou a contratação. “De volta à emissora que marcou sua carreira, ele reassume o comando do Balanço Geral SP. A data de reestreia ainda será definida. Geraldo Luís, atualmente afastado do Balanço Geral SP em razão da pandemia, comandará, quando for possível o seu retorno, um novo projeto noturno.”

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

Reinaldo Gottino assinou contrato de cinco anos com o canal. Segundo nota publicada pelo Notícias da TV, Antônio Guerreiro, vice-presidente da emissora, foi até a sua casa para fechar o negócio e a rede de Edir Macedo se comprometeu a pagar a multa rescisória com a CNN Brasil.

O jornalista de 42 anos foi uma das principais contratações da CNN Brasil, onde comandou dois programas: o CNN Novo Dia e o vespertino CNN 360º. Com Monalisa Perrone, também apresentou o programa inaugural do canal.

Sua curta passagem pela CNN Brasil, no ar desde 15 de março, foi marcada por um atrito com a comentarista Gabriela Prioli. Ele a interrompeu durante um debate, do qual era mediador, e foi criticado nas redes sociais, acusado de machismo.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

Ele deixou a Record em setembro por sentir que a emissora não o prestigiava como merecia. Sem ele, o programa perdeu audiência. Em abril deste ano, já sem Gottino, o vespertino registrou média de 7,6 pontos na Grande São Paulo, índice 13% abaixo dos 8,8 pontos registrados no mesmo mês do ano passado, quando o apresentador brilhava na Record. Em 8 de abril de 2019, o programa policial fechou com média de 11 pontos, desempenho que a emissora sofre para registrar atualmente.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade