GCM orienta camelôs da Paulista sobre proibição de comércio

Artesãos organizam protesto na via, a partir das 14h, contra ações recentes da prefeitura

Neste domingo (15), a Guarda Municipal Metropolitana está orientando os artesãos que fazem ponto na Avenida Paulista, e não possuem licença para atuação, sobre a proibição do comércio de produtos na via. Em frente ao prédio Edifício Paulicéia, cerca de seis viaturas fazem a fiscalização e a orientação de ambulantes que não possuem a carteira da Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco).

A Lei dos Artistas de Rua, que foi criada em 2014, estipula regras para a atuação dos vendedores da principal via da cidade, como obedecer as demarcações nas calçadas (são cinquenta lugares em toda a avenida), ter a carteirinha da Sutaco para expor seus produtos em locais demarcados ao longo da via.

Em frente ao Shopping Center 3, existem cinco pontos permitidos para os camelôs. Há mais de dez anos, os hippies ocupam aquele espaço e se amontoam em mais de trinta expositores, apresentando suas bijuterias no chão. A maioria não tem o registro na Sutaco.

Está marcada, também, uma manifestação a partir das 14h, em frente ao Shopping Center 3, contra a prefeitura.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s