Clique e assine por apenas 6,90/mês

Galvão Bueno sofre quadro de infarto mas está “consciente e bem disposto”

Informação foi divulgada pela Globo após o incidente, que ocorreu nesta quinta-feira (21)

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 14 Feb 2020, 15h50 - Publicado em 21 Nov 2019, 19h43

Galvão Bueno, 69, passou mal na manhã desta quinta-feira (21). O apresentador está em Lima, no Peru, onde iria narrar a final da Copa Libertadores, no sábado (23). O apresentador sofreu um infarto e passou por cateterismo.

Após o incidente, a assessoria do Grupo Globo informou que ele está bem, consciente e disposto. O narrador deve ficar de 24 a 48 horas em observação no hospital.”Os médicos disseram que não havia obstrução nas artérias principais. Por esse motivo, não foi necessária a colocação de stents”, diz o comunicado.

Por conta do quadro de Galvão, ele não deve narrar a final da Libertadores, e será substituído por Luis Roberto.

Confira a nota na íntegra: “Como divulgado mais cedo, nosso companheiro Galvão Bueno se sentiu mal hoje cedo, em Lima, no Peru, onde se encontrava para narrar a final da Copa Libertadores, no sábado. Galvão foi levado para a Clínica Anglo-Americana, acompanhado da mulher Desiree Galvão Bueno, e foi prontamente atendido. O hospital ainda não emitiu um boletim médico mas, em conversa privada com a esposa de Galvão e com a direção de Esporte da Globo, os médicos explicaram que Galvão entrou no hospital com um quadro de infarto e passou por um cateterismo. No procedimento, os médicos disseram que não havia obstrução nas artérias principais. E que, por esse motivo, não foi necessária a colocação de stents. Ele está bem, consciente e bem disposto. Deve ficar de 24 a 48h em observação no CTI. Todos nós torcemos por uma rápida recuperação. No próximo sábado, Luis Roberto será o narrador da final da Libertadores.”

Continua após a publicidade

 

Publicidade