Clique e assine por apenas 6,90/mês

Poda de árvores causa revolta nos Jardins

Construtora Gafisa afirma não haver ilegalidade na ação

Por João Batista Jr. - Atualizado em 1 Jun 2017, 15h51 - Publicado em 12 Nov 2016, 10h53

Após um embate na Justiça, tem causado revolta entre os moradores dos Jardins a poda de árvores de um terreno localizado na Rua José Maria Lisboa, entre as alamedas Campinas e Joaquim Eugênio de Lima. Na terça (8), uma equipe especializada passou a motosserra em espécies como palmeiras, pitangueiras e jabuticabeiras. Ao todos, 60 árvores foram podadas.

Casa das Árvores
Casa das Árvores

Conhecido como Casa das Árvores devido ao verde nativo, esse terreno de 1300 quadrados tem um casarão antigo. O local foi comprado em 2014 pela Gafisa, que pretende construir no lugar um edifício de luxo de 16 andares.

+ Animais do Parque da Água Branca passam apuros

Os vizinhos entraram com uma ação contra a poda das árvores, conseguiram algumas liminares favoráveis – mas o veredicto saiu nesta semana, quando a construtora obteve o direito de podar. Procurava por VEJA SÃO PAULO, a Gafisa informa ter atuado dentro da lei. “Após a execução do projeto aprovado, o terreno abrigará 75 árvores, 11 a menos que o total existente hoje”, segundo o comunicado oficial. 

Casa das arvores 3
Casa das arvores 3

As imagens desta matérias são do blog O Verde Fica, que atua em prol da preservação ambiental em São Paulo.

Casa das arvores 2
Casa das arvores 2
Publicidade