Clique e assine por apenas 6,90/mês

Funkeiro MC G3, do hit ‘O General Chegou’, é morto no Rio de Janeiro

Mensagens mostram conversa de criminosos sobre roubo e morte na casa do cantor

Por Redação VEJA São Paulo - 16 Aug 2018, 09h03

A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou na noite desta quarta (15) que o funkeiro Paulo César da Silva, conhecido como MC G3, foi encontrado morto em uma casa em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo o Twitter oficial da corporação, o 15º Batalhão foi acionado para localizar o local onde o cantor foi assassinado. “Celulares, armas e pertences das vítimas foram recuperados. Os marginais trocavam mensagens onde falavam do assassinato”, explicou  A polícia afirma que prendeu os suspeitos do crime em ação que envolveu três batalhões.

De acordo com a TV Globo, um telefone celular perdido em um posto de combustíveis na Zona Sul do Rio de Janeiro foi a peça principal que levou a PM a chegar até os homens suspeitos de matar o funkeiro. Por meio dele, os suspeitos trocavam mensagens sobre o crime. Pelos diálogos, eles ainda combinaram uma transmissão ao vivo para ver o crime na casa do cantor.

Antes de matarem o MC, os criminosos roubaram um táxi na Zona Norte do Rio. Eles ainda tentaram assaltar o posto na Zona Sul. Na fuga desse crime, eles deixaram para trás um telefone celular. A partir da análise do aparelho, agentes conseguiram localizar os quatro em uma residência próxima ao Morro do Dendê, na Ilha do Governador.

MC G3 ganhou fama com o hit O General Chegou, que a torcida do Flamengo adaptou para O Guerrero Chegou, em referência ao atacante Paolo Guerrero..

Publicidade