Clique e assine com até 89% de desconto

Vaticano abre investigação depois de conta do Papa curtir foto sensual

A imagem que ganhou 'like' do perfil oficial do pontífice é da modelo brasileira Natalia Garibotto

Por Redação VEJA São Paulo 19 nov 2020, 10h53

A página oficial do Papa Francisco curtiu uma foto sensual de uma modelo brasileira. A ação fez com que o Vaticano abrisse uma investigação sobre o uso da rede social.

Quem aparece na imagem é Natalia Garibotto, que veste uma lingerie de uniforme escolar. De acordo com fontes ligadas à assessoria de imprensa do Vaticano, as redes sociais do Papa são gerenciadas por outras pessoas. 

Agora, as autoridades católicas tentam descobrir a origem da curtida dada na última sexta-feira (13). O ‘like’ teve enorme repercussão e foi desfeito horas depois.

A curtida da rede social da modelo chegou a ser usada para fins publicitários. A empresa responsável pela comunicação de Natalia disse que havia “recebido a benção oficial do Papa”. A modelo brincou com a situação: “Pelo menos eu vou para o céu”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade