Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Mostra homenageia o controverso modernista Oswald de Andrade

Vários aspectos do escritor paulistano são visitados em montagem que está em cartaz no Museu da Língua Portuguesa

Por Jonas Lopes Atualizado em 5 dez 2016, 17h44 - Publicado em 7 out 2011, 00h50

Depois de homenagear nomes como Machado de Assis, Clarice Lispector e Fernando Pessoa, o Museu da Língua Portuguesa traz agora uma mostra dedicada ao autor de “Memórias Sentimentais de João Miramar”. Com curadoria de José Miguel Wisnik e cenografia de Pedro Mendes da Rocha, Oswald de Andrade — O Culpado de Tudo passeia por vários aspectos do controverso escritor paulistano, do jovem antropófago ao aristocrata falido, passando pelo militante comunista e pelo conquistador de mulheres.

+ As melhores exposições em São Paulo

+ É grátis divirta-se sem colocar a mão no bolso

Painéis explicativos didáticos, vídeos e frases inscritas nas paredes e nos banheiros instruem os visitantes. Wisnik acerta ao escolher citações bem-humoradas para informar o espectador a respeito da relação de amor e ódio entre Oswald (1890-1954) e Mário de Andrade (1893-1945). Sobressai ainda uma instalação de Laura Vinci com notas de cruzeiro manchadas e suspensas no teto, menção à crise financeira de 1929, quando o modernista perdeu a fortuna. A se lamentar apenas a ausência de instalações audiovisuais interativas. Em compensação, é a primeira vez, desde a exposição sobre Guimarães Rosa, em 2006, que a instituição deixa suas janelas abertas. Uma decisão corretíssima.

 

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Continua após a publicidade
Publicidade