Continua após publicidade

Esculturas pela cidade sofrem com depredações

Uma delas é a peça em bronze Índio Pescador, na Praça Oswaldo Cruz, que teve a lança furtada; veja outros casos de vandalismo

Por Mauricio Xavier [Com reportagem de Alessandra Freitas]
Atualizado em 27 dez 2016, 16h35 - Publicado em 23 jul 2016, 00h00

Principal atração da Praça Oswaldo Cruz, no Paraíso, a escultura de bronze do Índio Pescador, de Francisco Leopoldo e Silva, inaugurada em 1928, enfrenta anos de degradação. A peça não conta mais com seu elemento de destaque, a longa lança empunhada pelo personagem-título, furtada por vândalos.

Ela está longe de ser o único monumento da capital a sofrer com problema semelhante (veja alguns exemplos abaixo). Hoje, existem 22 em situação considerada “prioritária” no Adote uma Obra Artística, da prefeitura. O programa busca o apoio da iniciativa privada para projetos de conservação e restauro de estátuas e monumentos da capital. Em troca, a empresa ganha sua marca no espaço.

+ Espaço na cidade tem sete máquinas tipográficas originais

Alfredo Maia

Continua após a publicidade

Autor: Amadeo Zani

Local: Praça Júlio Prestes, no centro

Faltam: trecho em relevo e placa de bronze

Continua após a publicidade

Amizade Sírio-Libanesa

Autor: Ettore Ximenes

Continua após a publicidade

Local: Praça Ragueb Chohf, no centro

Continua após a publicidade

Faltam: braços, cabeças e pés das figuras

Monumento à Independência

Autor: Ettore Ximenes

Local: Parque da Independência

Falta: a espada de dom Pedro I

O Ferroviário

Continua após a publicidade

Autor: Ricardo Cipicchia

Local: Praça René Barreto, na Lapa

Faltam: placas de identifcação de bronze

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.