Clique e assine por apenas 6,90/mês

Enem 2020 é adiado e novas datas serão escolhidas com ajuda de enquete

Projeto ainda precisa passar pela Câmara dos Deputados

Por Redação VEJA São Paulo - 20 Maio 2020, 17h29

Após pressão no Senado Federal, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) junto ao Ministério da Educação (MEC) decidiram adiar o ENEM por 30 a 60 dias. A data antiga da prova impressa estava agendada para dia 01/11 e 08/11.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

Desde que universidades públicas e entidades, como a União Nacional dos Estudantes (UNE), pediram o adiantamento da prova, o ministro da educação, Abraham Weintraub, mostrou-se contrário à decisão. A pasta investiu em publicidade televisiva para incentivar o estudo em casa, mostrando jovens utilizando a internet para se prepararem.  Porém, na manhã desta quarta-feira (20) o ministro comentou sobre a mudança em publicação no Twitter. Confira:

Sem previsão para uma nova data, o Inep afirmou em comunicado que realizará uma enquete na “Página do Participante” junto aos inscritos para o Enem 2020 em junho. As inscrições para o exame ficam abertas até 23h59 de sexta-feira, 22 de maio.

O texto ainda está em avaliação na Câmara dos Deputados.

Continua após a publicidade
Publicidade