Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Empresários e investidores divulgam manifesto em apoio a Boulos

Carta assinada por 50 nomes do mercado defende ideias econômicas do candidato, que veem como "uma aposta inovadora, mas não excessivamente arriscada"

Por Redação VEJA São Paulo 26 nov 2020, 18h15

Um grupo de 50 empresários e investidores divulgaram um manifesto em apoio à candidatura de Guilherme Boulos e Luiza Erundina (PSOL) à prefeitura de São Paulo nesta quinta-feira (26).

Entre os que assinam o documento estão o ex-banqueiro e investidor Eduardo Moreira, o advogado corporativo José Paulo Moutinho Filho e empresários de diferentes setores como Luis Rheingatntz (agronegócio), Marcel Fukayama (empreendedorismo de impacto), Fabio Gordilho e João Paulo Pacífico (seguros), Marco Gorini (inovação) e Eliana Lopes (marketing).

“Alguns que se opõem à candidatura concentraram suas críticas no seu programa econômico. Nós, que trabalhamos em diferentes setores do mercado, entendemos que muitas dessas críticas são superficiais”, diz o manifesto. “Boulos é uma aposta inovadora, mas não excessivamente arriscada. Ele será acompanhado de Luíza Erundina, uma ex-prefeita que governou São Paulo com responsabilidade fiscal e inovação. Além disso, Boulos é um bem-sucedido empreendedor social e político”, afirmam os signatários.

Em outros trechos, o texto diz: “Boulos propõe fazer políticas para que São Paulo seja uma cidade policêntrica, inovadora e solidária. (…) Ele descola de um certo anacronismo da esquerda em temas como trabalho, empreendedorismo e parcerias com setor privado. (…) Sua proposta se baseia numa inversão de prioridades na alocação dos recursos públicos, colocando a periferia no centro do debate. (…) São Paulo não será a primeira capital financeira a ser governada pela esquerda. Londres, sob o comando do seu Prefeito Sadiq Kahn, se tornou a capital do cosmopolitismo na era Brexit”.

Boulos vai disputar o segundo-turno com o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), neste domingo (29). A mais recente pesquisa de intenção de voto, divulgada hoje pela XP/Ipespe, aponta que o candidato do PSOL teria 46% dos votos válidos, contra 54% de Covas.

Continua após a publicidade
Publicidade